Se eu começar o texto dizendo que marketing digital é puramente marketing, não estaria errado. Mas para você não desistir de ler esse post, vamos entender primeiro o que é marketing.

Marketing é um conjunto de técnicas e métodos para o melhor desenvolvimento das vendas. Então a grosso modo marketing é aquilo que “faz vender”, ou “dá forma” a um produto para que seja vendido (e põe grosso modo nisso).

Mais que isso, marketing é produto, embalagem, mercado, público alvo, pós-venda e muitas outras coisas.
Por algum instante em sua vida já deve ter ouvido falar dos 4 P’s de Marketing, correto? Mas vamos relembrar eles aqui: Produto, Preço, Praça e Promoção.

Pois bem, se sabemos que marketing é isso e que consumimos a todo o tempo e as vezes a todo o custo, o que muda no marketing digital?

O marketing digital envolve técnicas e métodos que ajudam sua empresa ter uma maior visibilidade online.

Vou falar aqui das três técnicas mais usadas. Seriam quatro mais usadas, mas eu não irei falar sobre e-mail marketing, vou fazer um post separado depois falando somente dele. Por que? Por que eu quero, ué.

E aí, vamos lá?

Marketing de Conteúdo.

Essa é indicada e é a mais importante técnica de marketing digital por seis pessoas, eu, tu, ele, nós, vós e eles… sim, é a mais importe. E se você quer ter sucesso, aprenda!

Quando geramos conteúdo e o entregamos para consumo, mostramos claramente que entendemos do assunto, que o leitor pode contar com nossa expertise para resolver seus problemas, que aqui ele achou um porto seguro.

Veja o quanto é interessante isso, enquanto estou aqui escrevendo sobre marketing digital e você chegou a esse ponto do texto, é por que você achou interessante o assunto e acha, no mínimo, que isso pode te ajudar. Ponto final, você está me garantindo como entendedor do assunto. Sacou?

Esse conteúdo pode ser gerado de diversas formas, como por exemplo, por blog, redes sociais, vídeos, e-books e aí por diante. O importante é informar com qualidade a quem procura informação.

Seja você, não use palavras que não fala, não tente ser o moderninho e nem usar conteúdo dos outros. Você pensa, age e forma opiniões diferentemente do João, do Paulo, da Mariazinha. Seja autêntico.

Link Patrocinado – SEM (Search Engine Marketing).

O link patrocinado (SEM) é a propaganda paga. Sabe quando você busca algo no Google e aparece aquelas empresas com a palavra “anuncio” em uma caixinha amarela no topo da busca? Ou então na lateral da página? Pois então, você acha que eles estão ali por que são mais bonitinhos que você? Não, eles pagam para estarem ali.

Aí você pensa: Poxa, então é fácil. É só criar o anúncio, pagar e pronto. Vou vender muito!

Você se engana se pensa assim. Se você não adotar a estratégia correta, não redirecionar o cliente para a página que realmente ele deseja ver, não identificar a palavra-chave correta entre outros erros que se cometem por aí, você não vai converter clique em venda e só vai tomar na cabeça (gastar dim-dim).

Otimização de Sites – SEO (Search Engine Optimization)

O SEO está do lado do Marketing de Conteúdo, ele é umas das técnicas mais importantes do Marketing Digital. Através dele sua empresa pode figurar, sem pagar nada ao Google, entre as primeiras nos resultados de busca.
Mas para isso, você precisa de um conteúdo bem feito (olha o marketing de conteúdo aí gente). O SEO vai usar técnicas, baseadas nas ideias e parâmetros que o Google usa como relevância para poder lhe reposicionar entre os primeiros.

Isso não é feito do dia para a noite, tenha paciência, tenha tranquilidade e crie o seu conteúdo.

Conclusão

Como disse anteriormente, o marketing digital não é somente essas três ações que tratamos (resumidamente) aqui, ele é muito mais que isso. Não se precipite em aprender tudo de uma vez, estude cada um no seu tempo, aprenda realmente cada uma das técnicas e vá se aprimorando, leia muito. A paciência é o segredo.
As empresas estão cada vez mais direcionando sua verba de marketing tradicional para o marketing digital. Isso não é uma tendência, é uma realidade.

Eu falei muito de Google aqui, por ser o mais usado e conhecido. Mas temos outros motores de buscas que trabalham da mesma forma, como por exemplo o Bing.

O que vem por aí?

Como mencionei em alguma parte aí em cima, vou fazer um post somente do e-mail marketing, mas não só dele. Irei aplicar exemplos sobre as três ações que tratamos aqui e mostrar como funcionam. Iremos utilizar exemplos reais de conteúdo, seja em blog, redes sociais, vídeos ou qualquer outra ferramenta.

E se ficou alguma dúvida, nos pergunte.

Forte abraço.

Maicon Alvim